Viver é melhor do que sonhar

O que faz a diferença é a atitude. Ponto. De nada adianta ficar dizendo “eu gostaria disso”, “eu queria aquilo”. Atitude tem a ver com autorresponsabilidade. É assumir o protagonismo. É entrar em ação.

E você? Se sente preparado para entrar em ação? Qual será sua atitude em 2018?

Vejo vários empreendedores que estão sempre reclamando do governo, dos impostos, dos juros, da burocracia, da concorrência desleal, mas não sabem nem quanto a própria empresa fatura ou o lucro que o negócio gera.

Irônico, não é?

E o mais engraçado é que culpam, somente a crise, pelos maus resultados do negócio. Mas pergunte a esse mesmo empreendedor, que viveu o período do “boom” econômico há poucos anos atrás, se ele enriqueceu e tornou seu negócio próspero.

Você perceberá que não.

Ele não criou um negócio próspero. Simplesmente, era mais fácil. Era mais fácil vender. Era mais fácil manter as portas abertas de qualquer empresa. Mesmo sem o mínimo de planejamento e gestão.

Meros castelos de areia.

E a crise? Ok. Ninguém aqui está negando-a, mas ela não é a responsável pelo fracasso e/ou o fim do seu negócio. Quem teve a atitude de se reinventar, mudou o resultado do jogo. Nesse mesmo período de crise, conheço casos de pessoas e empresas extremamente prósperas.

É aquela velha máxima: “Enquanto uns choram. Outros vendem lenços”.

E você? Vai chorar ou vender? Vai reclamar ou fazer? Vai apenas sonhar ou planejar e entrar em ação? Sempre digo: Se você sabe, vai lá e faz. Se não sabe, busque ajuda. Se quiser
alçar voos maiores, se desafie. O que não vale é ficar aí parado.

Então, pegue uma folha de papel e escreva agora:

– Qual seu principal objetivo para 2018? (pode ser pessoal ou da empresa)

– O que tenho de melhor (pontos fortes) que me ajudarão a atingir esse objetivo?

– O que preciso melhorar (pontos fracos) para atingir esse objetivo?

– Conheço alguém que pode me auxiliar nessa conquista?

Após responder essas perguntas e refletir a respeito, cabe a você tomar a atitude necessária.

E adaptando uma bela música do Belchior, torço que você possa cantar ao final de 2018: Não quero lhe contar das coisas que aprendi nos livros. Quero lhe falar como vivi e tudo que aconteceu comigo. Viver foi melhor que sonhar!

Bora viver e construir um 2018 FANTÁSTICO!!!

Abrir whatsapp
Precisa de ajuda?