Gestão de pessoas no ramo alimentício: como engajar seu colaborador

Ao analisar a competitividade apresentada pelas empresas do ramo alimentício, esta que vai desde surgimento de novas tecnologias, novas matérias primas, novos concorrentes e consumidores cada vez mais preocupados com sua saúde e bem estar, as atuantes desse mercado precisam apresentar diferenciais para que possam ofertar produtos ou serviços superiores a seus concorrentes. Dito isso, como elas poderão se destacar em seu mercado de atuação e conquistar seus clientes?

Uma das estratégias de diferenciação seria utilizar dos clientes internos, ou seja seus colaboradores, deverão ser tão
importantes quanto os externos; eles que irão desenvolver e entregar o resultado final da empresa aos clientes. Agora, como atrair os melhores talentos, fazer com que eles se mantenham engajados, motivados e em busca dos objetivos organizacionais? Muito tem se falado sobre endomarketing (estratégia de marketing que visa conquistar o coração e a mente dos funcionários para que eles promovam o crescimento da empresa), normalmente ela é usada para atrair profissionais altamente qualificados e reduzir o índice de rotatividade de pessoal. O processo de endomarketing organizacional deve iniciar com uma boa comunicação entre a empresa e seus colaboradores, que por sua vez deverão estar por dentro de todos os acontecimentos, como por exemplo, fechamento e entrega de pedidos, novos produtos, aquisições de maquinários, premiações em que a empresa foi contemplada, perspectivas e planos futuros, dentre outros.

Para realizar tais comunicações a empresa poderá fazer uso de murais informativos, jornais internos, correspondências eletrônicas e principalmente, os líderes de setores deverão divulgar tais informações a seus colaboradores. As empresas poderão divulgar seus produtos internamente através de kits em integração de  colaboradores, vale-presentes em seus aniversários, distribuição de amostras grátis em lançamento de produtos. Enfim, são inúmeras ações que irão influenciar os funcionários para que se tornem consumidores e divulgadores fiéis da marca.

O ser humano gosta de sentir que é importante, valorizado e que suas opiniões são ouvidas. Então, com os colaboradores não seria diferente. Para que estes estejam engajados é importante que possam dar opiniões sobre novos produtos e serviços, quanto ao ramo alimentício, os gestores de pessoas, deverão desenvolver estratégias, onde os colaboradores possam degustar os produtos, indicar melhorias em processos de fabricação, comercialização e distribuição, opinar que tipos de treinamentos e capacitações poderiam agregar ao conhecimento da equipe e quais atividades recreativas e de integração gostariam de participar. E porque não premiar essas ideias para incentivar os demais integrantes da equipe a fazerem o mesmo? Poderão ser premiados com viagens, jantares com acompanhantes, folgas, dentre outras opções a definir pelas empresas.

As organizações deverão promover o crescimento pessoal e profissional de seus colaboradores, através de treinamentos motivacionais, operacionais, planos educacionais para graduação e pós graduação. Os colaboradores também gostam de ter um retorno quanto a suas atividades, seja ele através de elogios, promoções, aumento salarial e até prêmios por desempenho, como por exemplo, vendedores destaque, ideia-destaque, dentre outras estratégias de reconhecimento. É neste ponto que os líderes entram com a realização de feedbacks que possam avaliar o comportamental e operacional de sua equipe. É importante fazer uso de datas comemorativas para demonstrar tal admiração pelos funcionários, como a comemoração de aniversários, tempo de empresa, dia do trabalhador, comemoração pelo alcance de metas, confraternização de final de ano, colação de grau de colaboradores, nascimento de filhos, dentre outras datas importantes aos mesmos.

Além desses reconhecimentos pessoais é importante que os colaboradores e a empresa possam promover ações junto a sociedade, como dia do doador de sangue, outubro rosa e novembro azul, doação de agasalhos e alimentos, dia de proteção ao meio ambiente, dentre outras. Fazer uso de marketing interno tem sido a estratégia de grandes companhias do ramo alimentício, porém, esta ferramenta pode e deve ser implantada em micro e pequenas empresas.

Os resultados apresentados têm sido muito satisfatórios, englobando aumento em produtividade, lucratividade e demonstram grandes impactos em motivação e satisfação de seus colaboradores, estes que acabam divulgando as práticas das organizações para futuros talentos, bem como devido a seu engajamento, acabam atraindo potenciais consumidores de produtos e serviços. Pesquisas indicam que quando satisfeitos com a empresa em que atuam e suas atribuições, os colaboradores tendem a falar mais sobre suas vantagens e benefícios para seus familiares e amigos.